O Último Amor de Mr. Morgan

    Origem: Bélgica, Alemanha, França, Estados Unidos.
    Ano: 2013
    Direção: Sandra Nettelbeck
    Roteiro: Sandra Nettlebeck, Françoise Dorner
    Produção: Coproducción Alemania-Bélgica-USA-Francia; Kaminski.Stiehm.Film GmbH / Bavaria Pictures / Senator Film / Scope Pictures / Sidney Kimmel Entertainment / Elzévir Films / SCOPE Invest
    Elenco: Michael Caine, Michelle Goddet, Jane Alexander, Serge Hollogne, Fred Fuchs, Yohan Guignard, Dieter Rupp, Gillian Anderson, Christelle Cornil, Alix Poisson, Clémence Poésy, Julien Petit, Thierry Angelvi, Justin Kirk, Deshaun Strong
    Gênero: Drama, Comédia
    Classificação: Não recomenda para menores de 7 anos
    Duração: 115 min.

    O Último Amor de Mr. Morgan

    Solidão no crepúsculo da vida tende a ser prejudicial para qualquer ser humano, especialmente quando o epílogo é viúvo. “O Último Amor de Mr. Morgan” resume um pouco deste sentimento nesta etapa de transição que parece mergulhado Mattew Morgan (interpretado pelo multifacetado Michael Cain) em sua última fase da vida.

    Mr. Morgan é um americano, já entrado em anos, que vive em forma solitária na capital francesa Paris. Há muitos anos que ele tinha perdido sua esposa e a solidão tornou-o mal-humorado e intratável com as pessoas, conduzindo-o à depressão e ter tendências suicidas. O único poder transformador mudar o banimento em companhia, a melancolia em ilusão é o amor; no caso de Mr. Morgan vem em um pacote inesperado: uma mulher bonita e muito mais jovem que ele.

    O Último Amor de Mr. Morgan

    A atriz francesa Clémence Poésy interpreta Pauline, uma mulher que vem para derrubar a vida de Morgan, pelo menos os seus sentimentos. É que a vitalidade, a energia de seus sentimentos e seu otimismo inalterável devolverão a vontade de viver para o Mr. Morgan.

    O novo casal primeiramente é persuadido por uma amizade que gradualmente leva para um companheirismo mais pacífico e, em seguida, um inesperado romance, baseado na certeza da proximidade.

    O Último Amor de Mr. Morgan

    Finalmente tornam-se indispensável um ao outro através passeios diários de campo ou visitas a um museu na capital francesa, o que definitivamente complementa dois mundos e visões diferentes, separados por um conflito de gerações, às vezes inevitável.

    O roteiro deste filme é baseado no romance francês “La doucer assassine”, obra do escritor Françoise Dorner. O filme co-produção belga alemão foi dirigido por Sandra Nettelbeck.