300: A Ascensão do Império

    Origem: Estados Unidos
    Ano: 2014
    Direção: Noam Murro
    Roteiro: Frank Miller, Kurt Johnstad, Zack Snyder
    Produtora: Atmosphere Entertainment MM / Cruel & Unusual Films / Hollywood Gang Productions / Legendary Pictures / Warner Bros.
    Elenco: Sullivan Stapleton, Eva Green, Rodrigo Santoro, Lena Headey, Jack O’Connell, Andrew Tiernan, David Wenham, Callan Mulvey, Andrew Pleavin, Yigal Naor, Ashraf Barhom, Vincent Walsh, Steven Cree, Trayan Milenov-Troy, Andrei Claude, Peter Ferdinando, Mark Killeen
    Gênero: Ação, Fantasía
    Classificação: 16 anos
    Duração: 102 min.

    300: A Ascensão do Império

    Estrear-se em seu primeiro fim de semana e arrecadar só nos Estados Unidos a soma de 45 milhões de dólares dá a pauta de como a sequela do “300”, aquele filme que saltou do cómic para ser um filme em 2006, continua atraindo pela sua história de coragem e com uma valente nação é capaz de enfrentar o maior exército do seu tempo.

    Agora, em “300: A Ascensão do Império”, a ação se transporta para outro cenário da batalha. Se no prequel de 2007 foi o estreito desfiladeiro das Termópilas, onde os espartanos liderados por o grande Leônidas mostraram sua devoção e coragem para enfrentar o poderoso exército de Xerxes, agora a nova produção cinematográfica leva a ação para as águas turbulentas do Mar Jónico.

    300: A Ascensão do Império

    Nesse cenário, nas chamadas “Guerras Médicas”, a história coloca o general ateniense Temístocles liderando uma campanha para frustrar as intenções de Xerxes –papel interpretado pelo ator brasileiro Rodrigo Santoro- de dominar a Grécia e o mundo. O líder militar persa tornar-se “deus” por seus homens aparece teimoso após de sua retumbante, embora não menos complicada vitória ante os espartanos. Em terreio helênico, Xerxes chega a Atenas, cidade-estado que além não é apenas orgulhoso de seus pensadores e seus estadistas, mas também de sua poderosa frota armada, uma das mais importantes do mundo antigo.

    Quem lidera esta poderosa frota é Temístocles, personificado por Sullivan Stapleton, que procurará realizar uma grande aliança militar em toda a Grécia para enfrentar a onipotente força militar invasora, que agora também possui a força e a ordem de Artemisa (interpretada por Eva Green), que lidera as forças rivais. Este enfrentamento entre Artemisa e Termístocles, um confronto que terá consequências para o futuro da Grécia, é o mais impressionante deste filme que não conseguiram replicar a épica atingido por Zack Snyder, na versão de 2006.

    300-03

    O custo da produção deste filme é de cerca de 110 milhões de dólares, e foi dirigido por Noam Murro, baseado na obra “Xerxes” de Frank Miller, que também serviu como base para o prequel do ano 2006.

    Além de Santoro, repetindo o papel do deus persa, outros atores que compartilharam o estúdio em “300” estão presentes na sequência como Lena Headey (esposa de Leônidas) ou David Wenham (Dilios).